-->
domingo, 5 de agosto de 2018

Mr bow anuncia que irá actuar na festa de aniversário do vice-presidente da África do Sul, "David Mabuza"


O músico anunciou esta quarta-feira (21 de Agosto) que irá actuar na festa de aniversário do vice-presidente da África do Sul, David Mabuza, que completa 57 anos no dia 25 de Agosto.  “Tenho a honra de anunciar que fui convidado a participar na festa de aniversário do vice-presidente da África do Sul. Será uma honra representar os artista do meu país e em especial a cultura moçambicana!”, disse.
David Mabuza que também ocupa a pasta de vice-presidente no Congresso Nacional Africano ( ANC, na sigla em inglês) foi governador de Mpumalanga entre 2009 e 2018, período durante o qual, de acordo com organizações da sociedade civil da África do Sul,  o actual vice-presidente, promoveu acções de gangsterismo como o assassínio de políticos.

Mabuza celebrará o aniversário numa semana em  que está envolto a polémica depois de ter sido acusado por Bishop Maumela, presidente da organização da sociedade civil  “Concerned South Africans” e membro do ANC, de promover o assassínio de políticos, durante o tempo em que foi governador de Mpumalanga. “Se você pesquisar no Google, DD [David Mabuza] aparece 72 vezes de 1997 a 2018 em menções de assassinato. Todas as pessoas que revelaram escândalos contra ele, são ameaçadas ou morrem. Não podemos ter uma cultura de bandidos no ANC, ser isto deve ter um fim. Mas ninguém no ANC vai pará-lo porque esse homem é muito poderoso”, disse Maumela.
“Quando eu disse que não podemos ter um vice-presidente que é um assassino, eu estava repetindo o que ele havia dito”, disse Maumela. “Precisamos lidar com isso porque não podemos ter alguém que promova o gangsterismo na sociedade. Não podemos ter um vice-presidente que promove o assassinato de pessoas porque isso é um gangsterismo na mais alta forma e deve ser condenado e a CSA, como uma organização  da sociedade civil,  não vai tolerar esse tipo de atrocidades”, explicou o presidente da CSA.
“As pessoas morrem em Mpumalanga e estas são as palavras mencionadas pelo  chamado vice-presidente, que nem sequer está apto para o cargo. Esse homem merece estar no tribunal e responder a essas alegações”, concluiu.
Recorde-se que a província sul-africana de  Mpumalanga (anteriormente conhecida como Transvaal Oriental) é rica em minerais minerais (ouro, platina, zinco, ferro, carvão, cobre e cobalto) e alberga um dos maiores centros turísticos do país, o Parque Nacional Krueger, a maior zona protegida de fauna bravia da África do Sul, e onde com alguma frequência são relatados casos de caçadores furtivos moçambicanos que são ali abatidos.

ARTIGOS RECENTES

COMENTÁRIOS

Copyright © 2017 - 2018 - Todos Direitos Reservados - Moçambique
Site Densevolvido por: Ali Nejat